Data de Hoje - 24/Março/2019

Após deixar comando do Exército, Villas Boas vai assessorar Augusto Heleno no GSI

O ex-comandante do Exército general Eduardo Villas Boas informou nesta sexta-feira (11) que passará a atuar no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a convite do presidente Jair Bolsonaro.

À TV Globo, o GSI informou que Villas Boas será assessor especial do ministro, Augusto Heleno.

“Gostaria de externar a minha felicidade por receber uma missão do PR @jairbolsonaro ao ser convidado para integrar o Gabinete de Segurança Institucional, no qual poderei continuar contribuindo para o desenvolvimento da nossa Pátria”, escreveu o general no Twitter.

Mais cedo, nesta sexta-feira, Villas Boas transmitiu o cargo de comandante do Exército ao general Edson Pujol.

Há quatro anos no cargo, Eduardo Villas Boas assumiu o posto em janeiro de 2015, a convite da então presidente Dilma Rousseff.

Em 2016, quando Michel Temer assumiu a Presidência em razão do processo de impeachment, Villas Boas foi mantido no cargo.

O que faz o GSI

O Gabinete de Segurança Institucional é o ministério responsável pela coordenação da área de inteligência do governo, ao qual está subordinada a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Cabe ao GSI, por exemplo, acompanhar questões com “potencial de risco” à estabilidade institucional, fazer a segurança pessoal do presidente da República e prevenir crises. O gabinete fica dentro do Palácio do Planalto, em Brasília.

Facebook Comentários