Campo Grande amanhece sem transporte público e rodoviária fechada por manifestantes

capital de Mato Grosso do Sul amanheceu sem transporte público nesta sexta-feira (28). Nenhum ônibus saiu das garagens. Pontos e terminais de transbordos de Campo Grande estão vazios. Trabalhadores pararam o serviço em adesão ao movimento nacional contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

No terminal rodoviário de Campo Grande, manifestantes impedem a entrada e saída de coletivos de viagem desde por volta das 4h30 (de MS). Quem chega à capital-sul-mato-grossense desembarca nas calçadas próximas. Os organizadores do movimento utilizam faixas e microfones para falar sobre a posição da classe em relação às reformas relacionaos aos trabalho e aposentadoria.

Não há informações sobre o horário que o serviço de transporte urbano será normalizado e nem que os ônibus poderão circular normalmente na rodoviária.

O transporte coletivo de Campo Grande conta com 595 veículo e 190 mil usuários/dia, segundo a assessoria de imprensa do Consórcio Guaicurus, que administra o serviço de transporte público no município.

Ainda conforme o consórcio, em média, 30 mil pessoas andam de ônibus nas primeiras horas da manhã na capital sul-mato-grossense.

Manifestantes impedem entrada e saída na rodoviária de Campo Grande (Foto: Fabiano Arruda)Manifestantes impedem entrada e saída na rodoviária de Campo Grande (Foto: Fabiano Arruda)

Manifestantes impedem entrada e saída na rodoviária de Campo Grande (Foto: Fabiano Arruda)

Facebook Comentários