Em 24h, morre a 2ª pessoa com sintomas de gripe em UPA da Capital

Mais uma pessoa internada com sintomas de gripe morreu em Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande. Depois de Marcelo Menezes dos Reis, 44 anos, morto na madrugada de ontem, morreu hoje (1º) João Livalda, 57 anos, na unidade de saúde do Vila Almeida.

A esposa dele foi quem registrou Boletim de Ocorrência da morte na polícia e relatou que o paciente começou a sentir sintomas de gripe, que pode ser a H1N1, no dia 26 de maio. Ele foi internado na UPA do Vila Almeida quatro dias depois, com suspeita de pneumonia, e teve três paradas cardiorrespiratórias.

Por causa da gravidade, João permaneceu sob cuidados médicos, contudo acabou não resistindo e morreu por volta da 1h15min de hoje.

No horário da publicação da matéria, o expediente da Secretaria de Estado de Saúde (SES) ainda não havia começado, por isso não houve contato para saber da suspeita da morte em decorrência da gripe H1N1.

A SES deve divulgar hoje boletim com o balanço parcial dos óbitos confirmados e os suspeitos em razão da doença, a morte de João ainda não deve aparecer nos registros.

OUTRO CASO

No caso anterior, ocorrido na madrugada de ontem, na Unidade de Pronto Atendimento do Jardim Leblon, Marcelo havia sido internado um dia antes de morrer, também com sintomas de gripe.

H1N1

Até o dia 25 deste mês, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou 25 mortes em decorrência de gripe. Sendo uma delas pela influenza B e o restante por H1N1. Em Campo Grande foram nove óbitos; Naviraí quatro; Aquidauana dois; Três lagoas dois; um em Caarapó, Corumbá, Coxim, Jardim, Juti, Ivinhema, Maracaju e São Gabriel do Oeste.

Por LAURA HOLSBACK

Facebook Comentários