Data de Hoje - 26/Maio/2019

Esposa que encomendou morte de empresário em Dourados é levada para presídio

Mulher de 35 anos, suspeita de encomendar a morte do próprio marido, José Pereira Barreto, 38, foi transferida na tarde desta quarta-feira (20) para o Presídio Feminino de Jateí, distante 90km de Dourados.

Ela estava em uma das celas do 1º Distrito Policial de Dourados, desde o dia 13 de fevereiro, quando ocorreu o atentado.

Além dela, outras seis pessoas suspeitas de envolvimento no crime já foram transferidos à PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A tentativa de execução do empresário teria custado R$ 20 mil, pagos pela esposa da vítima e mandante do crime.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo caso, quando decidiu matar o marido, a autora procurou dois funcionários dom empresário que trabalhavam há cerca de dois anos na empresa da vítima. A dupla recebeu o valor e com o dinheiro, comprou um revólver calibre 357 e a moto usados no crime.

Apreensivos, os funcionários desistiram de executar a vítima e contrataram outros dois suspeitos. Por sua vez, a segunda dupla também desistiu de matar José e contrataram os dois suspeitos que balearam o empresário.

Tentou forjar álibi

O delegado afirma que a esposa do empresário tentou forjar álibi para se livrar das suspeitas. Dada como desaparecida há uma semana, ela procurou a delegacia no momento em que o crime acontecia para dizer que havia retornado para a cidade.

“Na semana passada ela foi para Campo Grande e não deu mais notícias. A família registrou Boletim de Ocorrência de desaparecimento e minutos antes do marido ser baleado ela apareceu na delegacia dizendo que tinha voltado e que sumiu por causa de brigas com eles”, revela.

Depois de equipe de investigação atender a ocorrência de tentativa de homicídio, a mulher de José acabou confessando que havia planejado a morte do companheiro.

Todos os sete envolvidos foram presos e indiciados por tentativa homicídio qualificado. Com eles, a polícia encontrou a arma usada no crime e recuperou R$ 7.500 dos R$ 20 mil pagos pela esposa.

O caso

José Pereira seguia em uma caminhonete S10 quando foi abordado pelos suspeitos no cruzamento das ruas Cuiabá e Mato Grosso, no Centro da cidade. O veículo foi atingido por vários tiros.

Baleado duas vezes no tórax, José perdeu o controle da direção da S-10 e bateu em um Ford-Ka que estava na via. O empresário foi socorrido por equipe do Corpo de Bombeiros e levado em estado grave para o Hospital Evangélico. Os atiradores fugiram. Dentro da camionete foram encontrados R$ 63.605 que foram deixados pelos criminosos.

Midiamax

Facebook Comentários