Fiscais do Imasul começam nesta segunda vistoria em barragens da Vale

A fiscalização nas barragens que armazenam resíduos minerais no Macico do Urucum, município de Corumbá, começa nesta segunda-feira (7). Técnicos do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), como engenheiros civis, especialistas em agronomia, química e biologia, serão os responsáveis por averiguar as condições da estrutura.Por volta das 12h, os servidores do Imasul farão uma reunião com a diretoria da Vale, empresa responsável pela barragem em Corumbá e também pela estrutura que se rompeu em Mariana (MG). A intenção desse encontro é atualizar as informações e a necessidade de se atender a todas as legislações previstas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH).A primeira fiscalização preventiva será feita na tarde de segunda-feira (7). Será verificado todo o corpo das barragens e adjacências do local para tentar identificar características ambientais, da população das redondezas, curso d´águas.O balanço desse trabalho será divulgado pelo Imasul por meio de relatórios e análises.“Vamos realizar essa ação baseados no princípio da precaução. Nossa equipe vai observar e coletar todas informações necessárias para tranquilizar a população do perímetro urbano da região e resguardar o Bioma Pantanal”, disse o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, via assessoria de imprensa.A equipe multidisciplinar de fiscalização será coordenada pelo Diretor de Licenciamento do Imasul, Ricardo Éboli Gonçalves Ferreira (Engenheiro Agrônomo). Ainda integram o grupo o gerente de fiscalização Luiz Mário Ferreira (Químico) e os fiscais ambientais Rômullo Oliveira Louzada  (Geógrafo); Paulo Roberto Aquino (Engenheiro Civil); José Antônio dos Santos Fernandes (Biólogo); Mário Antônio Brito (Geógrafo).

RODOLFO CÉSAR

Facebook Comentários