Data de Hoje - 18/Novembro/2018

Mourão: Moro terá ‘autonomia’ para nomear diretor da PF e defende Coaf na Justiça

vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, disse ao blog nesta quinta-feira (1º) que foi um “golaço” a indicação do juiz federal Sérgio Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Pública de Jair Bolsonaro (PSL).

Perguntado se Moro terá carta branca para fazer nomeações, como a direção-geral da Polícia Federal (PF), o general disse que “ele terá autonomia total, sempre conversando com o presidente”.

Ele defende que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) seja integrado ao Ministério da Justiça para contribuir nas investigações. “Precisa sair do Ministério da Fazenda – está aparelhado. Vai ser muito importante ali”, disse Mourão.

Atualmente, o Coaf está ligado ao Ministério da Fazenda. O órgão capta transações financeiras fora de padrão, atípicas.

Perguntado se Moro terá carta branca para fazer nomeações, como a direção-geral da Polícia Federal (PF), o general disse que “ele terá autonomia total, sempre conversando com o presidente”.

Ele defende que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) seja integrado ao Ministério da Justiça para contribuir nas investigações. “Precisa sair do Ministério da Fazenda – está aparelhado. Vai ser muito importante ali”, disse Mourão.

Atualmente, o Coaf está ligado ao Ministério da Fazenda. O órgão capta transações financeiras fora de padrão, atípicas.

Facebook Comentários