Mulher morre na Santa Casa por H1N1 e Capital tem sete óbitos neste ano

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) confirmou na manhã de hoje (25) a morte da sétima pessoa em decorrência de H1N1. A mulher, que teria 58 anos, estava internada na Santa Casa da Capital e faleceu nesta madrugada.

Campo Grande concentra os casos mais graves do vírus, segundo o último dado da Secretaria de Estado de Saúde. Na sequência vem Naviraí, que registrou quatro mortes em menos de 15 dias.

Também no hospital está sendo monitorada criança em estado grave, que foi internada no CTI na segunda-feira (23).

A Prefeitura de Campo Grande prepara novo boletim sobre a ocorrência da Influenza na cidade, que será divulgado hoje. O último dado consta 158 casos suspeitos e 34 confirmados.

Equipe da Sesau está nesta manhã reunida em audiência com o Conselho Municipal de Saúde. Entre os assuntos tratados está a proliferação da gripe no município.

Facebook Comentários