BrasilBrasíliaFOLHA DE MURTINHO - O SEU JORNAL ELETRÔNICOnotícias

No aniversário, Bolsonaro viaja ao Chile para discutir criação do Prosul com líderes sul-americanos

No dia em que completa 64 anos, o presidente Jair Bolsonaro viaja nesta quinta-feira (21) ao Chile para participar de um encontro de cúpula com outros chefes de Estado sul-americanos para discutir a criação de um novo fórum de desenvolvimento para o continente, chamado previamente de Prosul.

O novo organismo regional, idealizado pelo presidente chileno Sebastián Piñera, substituiria a União das Nações Sul-Americanas (Unasul), criada em 2008, em um momento em que o continente era comandado majoritariamente por presidentes ligados à esquerda.

Integrado por chefes de Estado de perfil conservador, o novo Prosul ampliaria ainda mais o isolamento do governo de Nicolás Maduro na Venezuela.

O encontro de cúpula ocorrerá na sexta-feira (22). Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rego Barros, o objetivo dos líderes da América do Sul com a criação do Prosul é estabelecer um novo marco de coordenação, cooperação e integração regional “livre de ideologias, aberto a todos e 100% comprometido com a democracia e os direitos humanos”.

Ainda de acordo com o porta-voz, além de Bolsonaro e Sebastián Piñera, outros cinco presidentes sul-americanos confirmaram presença no encontro: Mauricio Macri (Argentina), Mario Abdo Benítez (Paraguai), Martín Vizcarra (Peru), Iván Duque Márquez (Colômbia) e Lenín Moreno (Equador).

No sábado (23), último dia da viagem ao Chile, Bolsonaro participará de um café da manhã com empresários e terá uma reunião privada, seguida de outra ampliada, com Sebastián Piñera. Na ocasião, os presidentes do Brasil e do Chile farão uma declaração à imprensa e almoçarão juntos.

Comitiva presidencial

A viagem do presidente para Santiago ocorre no dia seguinte ao retorno de Jair Bolsonaro da visita aos Estados Unidos, onde se encontrou pela primeira vez com o republicano Donald Trump.

De volta ao Brasil, Bolsonaro entregou pessoalmente no Congresso o projeto de mudanças na previdência dos militares.

A previsão é de que o presidente brasileiro embarque para Santiago por volta do meio-dia desta quinta-feira. A comitiva presidencial deve desembarcar na capital chilena às 16h10.