PM do DOF termina em 1º no curso do Grupo Especial de Fronteira

Técnicas para melhorar fiscalização e policiamento na fronteira de Mato Grosso do Sul com Paraguai e Bolívia devem ser repassadas a policiais do Estado. Quem deve ser multiplicador desse aprimoramento é o cabo da Polícia Militar Costa Junior, que integra o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e foi enviado para curso de Operador de Fronteira, ministrado pelo Grupo Especial de Fronteira de Mato Grosso.

O treinamento, que durou 45 dias, teve ranqueamento dos 36 militares inscritos e Costa Junior terminou em primeiro lugar. Do total de inscritos, 21 conseguiram concluir a especialização. A formatura foi na quarta-feira (13) na Praça Barão do Rio Branco, em Cáceres (MT). O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) agora tem efetivo de 158 profissionais, incluindo o cabo da PM do DOF.

“O CPfron é um curso de excelência, trouxe muito conhecimento novo. O policiamento e a equipe daqui são diferenciados. Eu vim buscar conhecimento e estou saindo daqui satisfeito. Foi uma honra participar desse curso e ter instruções com uma equipe tão preparada e empenhada como a do Gefron”, comentou o policial.

O DOF atua em uma área que compreende 53 municípios e precisa fazer fiscalização em mais de 212 mil quilômetros quadrados. A corporação ainda enfrenta falta de efetivo.

Em um dos trabalhos de monitoramento, o departamento apreendeu carga milionária de cigarros contrabandeados na MS-146, no município de Maracaju, no dia 6 de dezembro. Comboio era de oito caminhões e motoristas carregavam R$ 32.950 em dinheiro, que seriam usados para subornar policiais.

Facebook Comentários