Data de Hoje - 16/Outubro/2018

Polícia Civil e MP-RJ prendem 13 suspeitos de integrar milícias em São Gonçalo e Maricá

A Policia Civil e o MP-RJ deflagraram operação nesta segunda-feira (24) para desarticular milícias que atuam em São Gonçalo e Maricá, na Região Metropolitana do Rio. Até as 7h, 13 pessoas foram presas. São 24 mandados de prisão no total. Houve intenso confronto em Itaboraí, onde há um braço armado de um dos núcleos paramilitares. Não há informações de feridos.

Estão na mira da força-tarefa três grupos distintos:

  1. O chefiado por Anderson Cabral Pereira, o Sassa, em Porto Velho, Porto Novo e Pontal, em São Gonçalo;
  2. O de Luis Claudio Freires da Silva, o Zado, em Engenho Pequeno e Zumbi, em São Gonçalo;
  3. O comandado por Wainer Teixeira Júnior, em Itaipuaçu e Inoã, em Maricá.

Os criminosos são suspeitos de cometer dezenas de homicídios nas duas cidades, em disputas por território. A polícia também investiga se as quadrilhas contam com o apoio de PMs do 7º BPM (São Gonçalo).

Os grupos impõem segurança privada e controlam o transporte por van, pontos de televisão clandestina e a venda de botijões de gás de cozinha, além de obrigar a comercialização de cigarros clandestinos.

As investigações apontam que algumas ordens partem de dentro do Complexo Penitenciário de Bangu, mais precisamente da Cadeia Pública Bandeira Stampa, Bangu 9.

A operação é conduzida pela Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-RJ.

Facebook Comentários