Data de Hoje - 10/Dezembro/2018

Pressão pelo vice: se ficar no terceiro lugar, Flamengo perde R$ 3,4 milhões

O brasileiro tem o hábito de dizer que o vice-campeão é o primeiro dos derrotados e que tal posto não vale nada. No caso do Flamengo, atualmente no terceiro lugar, vale – e muito. Não terminar na segunda colocação, significará para o clube a perda de R$ 3,4 milhões num ano em que já deixou de ganhar muito dinheiro.

E o discurso do elenco após o vexatório empate por 2 a 2 com o Coritiba, no domingo, foi de reunir forças em busca do vice, como disseram Zé Ricardo e Gabriel.

– Estamos frustrados, lógico, mas temos ainda um objetivo secundário que é a busca pelo vice-campeonato. Vamos tentar nos recuperar dessa frustração de hoje para estar preparado para o jogo da semana que vem – afirmou o técnico.

– Não temos mais chance de título, mas temos que buscar pelo menos o segundo lugar. Pelo ano que foi duro, seria muito bom para nós – endossou o baiano.

Se for quarto, Fla perde R$ 5,4 milhões em relação ao vice

A CBF definiu a premiação do Campeonato Brasileiro da seguinte forma: campeão, vice, terceiro e quarto colocados ficam com R$ 17, 10,7, 7,3 e 5,3 milhões, respectivamente. Com o fim das chances de matematicamente de levar o hepta, o Fla já perdeu de cara R$ 6,3 mi.

Cinco pontos à frente do Atlético-MG, o Rubro-Negro precisa de dois pontos para garantir matematicamente o terceiro lugar. Se conseguir perder também a terceira colocação, o ônus em relação ao vice é de R$ 5,4 milhões.

Perdas em outros campeonatos

Se a atual diretoria, em quatro anos de gestão, só tem a comemorar a recuperação financeira do clube em meio a resultados muito ruins no futebol, a perda financeira do Flamengo em 2016 em premiações é expressiva.

Carioca

Se confirmasse o favoritismo no Carioca, levaria R$ 5,4 milhões. O vice valia R$ 1,8 milhão, e o título da Taça Guanabara renderia R$ 1,2 milhão. Chegou somente à semifinal, fase na qual perdeu por 2 a 0 para o Vasco. Tal classificação resultou no ganho de apenas R$ 250 mil.

Facebook Comentários