Reabertura de frigorífico deve gerar 350 vagas de empregos

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou a reabertura do frigorífico de Nioaque. A novidade deve gerar cerca de 350 empregos e capacidade de abate de 700 cabeças de gado por dia. O anúncio foi feito durante comemoração dos 169 anos de fundação do município.

Conforme o governo do Estado, fomentadas pela política estadual de conceder incentivos para geração de emprego e renda aos municípios, as obras do frigorífico estão sendo finalizadas e a reabertura irá ocorrer após esforço conjunto do setor privado, governo e prefeitura, no entanto, ainda não há data prevista para reinauguração.

Hoje o governador esteve na cidade, onde entregou e lançou investimentos que somam mais de R$ 5 milhões. Foram assinadas autorizações para o início da construção de 43 bases de casas populares, convênio com o município para aquisição de combustível, entrega de maquinário, além do aporte estadual para a construção de 95 unidades habitacionais nas aldeias Brejão (37 moradias) e Cabeceira (outras 28 casas), pelo Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

Na área de esporte e lazer, o Governo do Estado irá construir quadras de esportes para atender às aldeias Brejão, Água Branca, Taboquinha e Cabeceira.

Também foram entregues a reforma na Escola Estadual Odete Ignês Resstel Vilas Boas e a construção de um novo poço tubular para ampliar o fornecimento de água, pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul).

Além disso, também foi entregue a restauração do pavimento da quase a totalidade das vias da região central – incluindo a 1º de Março, Benjamin Constant, Quintino Bocaiúva, Coronel Camisão, Guia Lopes, Dom Pedro II, Coronel Juvêncio, General Klinger, Zeno Resstel, Coronel Pedro Rufino, Marechal Deodoro e Travessa Américo Bernardo – com recursos estaduais garantiu melhores condições de tráfego à população. A obra incluiu a construção de faixas elevadas nos locais de maior fluxo de pedestres.

Facebook Comentários