Três paraguaios e um brasileiro são presos em operação do Exército e PMA

Um brasileiro e três paraguaios foram presos por caça e pesca ilegal em Bela Vista, durante ações da operação Ágata, realizadas pelo Exército Brasileiro e a Polícia Militar Ambiental (PMA).

Policiais e militares faziam fiscalização preventiva no Rio Apa quando flagraram os três paraguaios, de 23, 25 e 32 anos, em uma embarcação na fronteira com o Paraguai, pescando com duas tarrafas, que é petrecho proibido para pesca, e sem licença para a atividade. O barco, motor de popa e tarrafas foram apreendidos.

Os militares foram até o acampamento dos infratores e encontraram outro pescador, um brasileiro de 43 anos.

No local, foram apreendidos três rifles calibre .22, com oito munições, uma caixa térmica contendo quatro quilos de carne de jacaré abatido pelos pescadores com uso das armas, nove molinetes e uma carretilha com varas, 11 anzóis de galho e cinco quilos de pescado fresco.

Os quatro foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Bela Vista, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de caça, pesca predatória e posse ilegal de arma.

Cada um dos pescadores foi autuado administrativamente e multado em R$ 1,6 mil. Os peixes apreendidos foram doados à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bela Vista.

Facebook Comentários