Data de Hoje - 18/Novembro/2018

Uber é rei em boates eróticas e lucra mais que em corridas quando leva cliente

No post de um grupo de vendas do Facebook, uma das casas de shows eróticos de Campo Grande mostra que em terra de concorrência grande por clientes, Uber virou rei. No Kancun Show Drinks agora os motoristas do aplicativo, também do 99 Pop, taxistas e mototaxistas, ganham R$ 20,00 por indicação e translado de novos clientes ao local.

A comissão, em si, não é novidade. Desde que o mundo é mundo estabelecimentos dão aquela forcinha aos parceiros, especialmente, quando o negócio está ligado ao turismo sexual. A grande sacada foi anunciar essa estratégia nas redes sociais sem nenhum pudor, provando que sexo só é tabu para quem não lucra no ramo.

No post, a casa anuncia: “O cliente entrou, pagamos na hora, você entra, conhece a casa e a equipe, estamos com mais de 30 garotas de vários estados do Brasil. Pode tomar uma água ou refrigerante por nossa conta. E ganha sua comissão em $$$ na hora.”

Se levar em consideração que uma corrida custa, em média, R$ 15,00, ajudar a “zona” a ganhar dinheiro rende muito mais.

A equipe do Lado B ligou lá pra confirmar a história e teve a confirmação. “Chegando tem um segurança na porta com quem você já pode falar”, disse a responsável por telefone.

Pesquisando por aí, descobrimos que outra casa de prostituição, localizada na Avenida Mato Grosso, oferece o mesmo agrado aos motoristas. Quem nos confirmou isso foi um uber que não quis ser identificado.

A estratégia de marketing impressiona e o assédio a esses profissionais vêm de maneiras surpreendentes, como outro integrante do aplicativo explica.

Ele também é motorista de ônibus intermunicipal e quando está no interior, em Coxim ou Corumbá, recebe comissão de casas de prostituição que buscam turistas que vão até lá pescar. Quando está em Campo Grande, trabalhando de Uber, as propostas chegam até dos passageiros.

“Uma vez, levei uma menina até uma casa de massagem no bairro Amambai. Ela me perguntou se eu já havia ido lá e respondi dizendo que nunca tive dinheiro. A moça me disse que se levasse pessoas pra lá poderia rolar uma permuta”.

Na Uber, a avaliação é que não exite qualquer ilegalidade nesse tipo de comissão, apesar da assessoria que responde pelo aplicativo informar isso de forma não oficial. Os motoristas são  parceiros e não funcionários contratados da empresa. Isso justificaria a não proibição por parte da empresas.
Facebook Comentários