Após 11 semanas de quarentena, Wuhan libera saída da cidade

9/10

Moradores da cidade onde se originou a pandemia do coronavírus já podem ir para outros locais na China; proibição valia desde o último 23 de janeiro

Wuhan começou na madrugada desta quarta-feira (data local) a suspender a proibição de sair da cidade, restrição que havia sido imposta no dia 23 de janeiro como parte da quarentena de quase 11 semanas devido à crise gerada pela disseminação do novo coronavírus.

Centenas de veículos começaram a cruzar os pedágios que saem da cidade, onde os controles policiais tinham sido instalados — agora removidos — para impedir os moradores de saírem de Wuhan, segundo imagens transmitidas ao vivo pela televisão estatal “CGTN”.

Com horas de antecedência, alguns veículos já estavam em fila de espera para sair de Wuhan assim que os bloqueios fossem suspensos.

O jornal “Global Times” diz que muitos dos que saem são cidadãos que tinham ficado presos em Wuhan sem residir na cidade.

Longe do normal

Mas, apesar do otimismo sobre o fim dessa restrição, a imprensa chinesa adverte que a cidade ainda está “longe de voltar à vida normal”.