Avião que caiu em barranco após perder freio na aterrissagem é retirado por guincho em Juiz de Fora

9/10

Durante a madrugada desta quarta-feira (1º), equipes do Corpo de Bombeiros e do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) acompanharam a retirada de uma aeronave de pequeno porte que caiu em um barranco após perder o freio na aterrissagem em Juiz de Fora. Ninguém se feriu no acidente.

De acordo com os bombeiros, uma empresa de guincho foi contratada para realizar o trabalho. Os militares deram apoio, pois havia risco de explosão do avião na retirada, que estava abastecido com 60 litros de combustível.

“Por conta da energia cinética acumulada, na retirada da aeronave no chão, quando a gente mexe com o equipamento, pode ter deslocamento de energia e ocorrer a possibilidade de incêndio. Os bombeiros ficaram preparados para este combate”, explicou a Tenente Priscila Adonay.

A aeronave, com as inscrições de prefixo PT-ZAC, foi estabilizada e recolocada no Aeroporto Municipal Francisco Álvares de Assis.

O G1 tentou contato com a Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) para saber informações sobre a propriedade e a regulação do avião mas, até a última atualização desta reportagem, não conseguiu resposta.

Na noite de terça-feira (31), a Seripa III informou que irá apurar o caso.