Câmara vota urgência de projeto que acaba com supersalários Em meio a pandemia, Câmara quer votar projeto que acaba com os penduricalhos nos salários dos servidores e os elevam para além do teto

9/10

Os líderes da Câmara dos Deputados vão decidir na tarde desta quinta-feira (16) se colocam em votação a urgência do projeto que acaba com os supersalários nos três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, o chamado extrateto.

Os supersalários são compostos dos chamados “penduricalhos”, que permitem que servidores recebam vencimentos de até R$ 1,2 milhão por mês líquidos (dados do sistema de transparência dos tribunais), ultrapassando o teto constitucional que é de R$ 39,2 mil (salário bruto).