Deputados protocolam pedido de impeachment de João Doria Afirmação do governador de que “poderia prender o cidadão que desobedecer a quarentena” é uma das bases da solicitação

9/10

Os deputados estaduais Frederico D’Ávila, Gil Diniz (PSL), Douglas Garcia (PSL), Major Mecca (PSL) e Valéria Bolsonaro (PSL) protocolaram na tarde desta quarta-feira (22) um pedido de impeachment do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Em nota, D’Ávila afirma que o pedido foi feito com base no acordo anunciado por Doria com as operadoras de telefonia celular para o levantamento de índices de isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus e a fala do governador de que “poderia prender o cidadão que desobedecer a quarentena”.

O deputado ainda cita o uso de um helicóptero do Comando de Aviação da Polícia Militar pelo governador, a restrição ao consumo de alimentos em restaurantes, a participação de Doria em eventos esportivo e políticos, além da “falta de publicidade dos contratos da Fundação Padre Anchieta”.

O pedido deverá ser analisado pelo procurador-geral da Assembleia Legislativa do Estado, e caso o texto tenha parecer favorável, caberá ao presidente da Casa, o deputado Cauê Macris (PSDB) — partidário do governador —, a decisão de aprovar ou arquivar o pedido.

© Estadão. Todos os direitos reservados.