Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on google

Florianópolis: quase 1 mês sem morte por covid

9/10

A cidade de Florianópolis, em Santa Catarina não registra morte pela covid-19 há 25 dias. A última foi no dia 4 de maio, muito diferente do que acontece, infelizmente, no restante do Brasil.

Mesmo sendo a terceira cidade catarinense com mais casos da doença, a capital tem se mostrado exemplo no combate ao novo coronavírus: registrou 644 pacientes com coronavírus e sete mortes, desde o início da pandemia.

A prefeitura acredita que isso se deve às medidas mais restritivas, fiscalização e atendimento rápido a casos suspeitos.

Prevenção

Para a prefeitura, contribuiu para isso o serviço Alô Saúde, em que os moradores podem entrar em contato por telefone ou aplicativo e ter um atendimento pré-clínico.

O município também afirmou que intensificou fiscalizações e multas para pessoas que descumprirem medidas que evitem a transmissão do vírus, como o isolamento social para quem foi diagnosticado com a doença.

Sobre as medidas restritivas, o transporte coletivo, as aulas e os eventos continuam suspensos na capital.

O prefeito Gean Loureiro (sem partido) acredita que o retorno dos ônibus poderá ser possível na metade de junho.

Testes

Em relação a testes, a prefeitura informou que, além das pessoas com suspeita de Covid-19, também são feitos exames em contatos próximos a elas.

O município afirmou que isso ajuda a esclarecer a situação real do contágio da doença na cidade, o que auxilia na tomada de decisões de flexibilização do isolamento social.

Até sexta, foram feitos mais de 6,9 mil testes de coronavírus.

Histórico

A capital começou a pandemia com o maior número de casos de coronavírus.

Em 17 de maio, foi ultrapassada por Chapecó, no Oeste, e na quinta, por Concórdia, na mesma região.

Essas duas cidades têm 877 e 839 casos, respectivamente, segundo o boletim mais recente divulgado pelo governo do estado, na noite de sexta-feira (29).

Entre segunda (25) e sexta, Florianópolis registrou um aumento de 16 casos.

Rinaldo Oliveira do SoNoticiaBoa