DestaqueEconomiaFOLHA DE MURTINHO - O SEU JORNAL ELETRÔNICOMATO GROSSO DO SULMundonotíciasNOTÍCIAS DO PARAGUAI (PY)Porto MurtinhoPREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO MURTINHO.

Licitação Pública para início da Construção da Ponte sobre o Rio Paraguai, foi assinada hoje(20/07)

Evento aconteceu em Carmelo Peralta cidade paraguaia vizinha(Py), com presença de Reinaldo Azambuja e Presidente do Paraguai Mário Abdo Ramirez.

O Governador Reinaldo Azambuja participou do lançamento da licitação pública, para o projeto executivo da ponte de concreto que será construída sobre o rio Paraguai, ligando Mato Grosso do Sul ao Paraguai, aconteceu neste sábado (20), em Porto Murtinho, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou do evento, junto com o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benítez, e da diretoria da Itaipu Binacional, em solo Paraguaio no município de Carmelo Peralta.

Da comitiva do Estado, o evento teve a presença do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Jaime Verruck, do senador Nelsinho Trad (PSD), o deputado federal Vander Loubet (PT), assim como do ex-ministro Carlos Marun.

“Se trata de um dia histórico, que já foi sonhado por muitas pessoas. O que antes era o final da linha, vai ser o caminho da rota bioceânica, que vai valorizar nossa região, dar mais competitividade aos produtos do Estado, do Brasil e dos países vizinhos”, disse Azambuja, durante o evento.

Em contato via telefone, na opinião do presidente da Fiems, Sérgio Longen, essa obra é fundamental para a concretização da chamada Rota Bioceânica, que unirá os oceanos Atlântico e Pacífico, tornando-se ponto estratégico para a economia do Estado, pois aumentará o movimento das exportações e importações sul-mato-grossenses e de outras regiões do Brasil com o Paraguai, Argentina e Chile.

O Prefeito Municipal de Porto murtinho, Derlei Delevatti, disse que a projeção é que a parte da Rota Bioceânica – 2.396 quilômetros entre Campo Grande (MS) e Antofagasta (Chile) – Irá encurtar a distância entre o principal parceiro comercial do Estado, a China, em 8 mil quilômetros, tornando assim os produtos brasileiros mais competitivos no mercado asiático. A obra dependia da execução da ponte sobre o Rio Paraguai e a pavimentação de 277 quilômetros da rodovia do Chaco paraguaio, de Carmelo Peralta à com a cidade de Loma Plata no Paraguai, já em execução, e agora com a licitação assinada, a execução entrará para o prazo de inauguração em maio de 2023. Disse Derlei.

Hildebrando Procópio

Jornalista DRT 1922/MS.