Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on google

Mais de um milhão de pessoas se recuperaram da Covid-19 em todo o mundo Mais de 3,2 milhões de pessoas contraíram o novo vírus (Sars-Cov-2) e mais 233 mil morreram por complicações da doença.

9/10

Mais de um milhão de pessoas se recuperaram da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), de acordo com a universidade americana Johns Hopkins. O balanço, que sofre alterações constantemente, refere-se apenas aos casos da doença confirmados oficialmente.

Em todo o mundo, mais de 3,2 milhões de pessoas contraíram o novo vírus e mais 233 mil morreram por complicações da Covid-19.

Com mais de 1 milhão de infectados e 63 mil mortos, os Estados Unidos também lideram o ranking dos países com mais pessoas recuperadas (quase 154 mil). No segundo lugar, fica para a Alemanha que tem quase 127 mil recuperados entre os 163 mil infectados. O país, que tem 6,6 mil mortos, é apontado até o momento como um caso de sucesso na Europa devido à grande capacidade de testagem e por ter investido no rastreamento dos primeiros casos.

O Brasil aparece em 9º na lista com 35,9 mil pessoas recuperadas. (Veja abaixo mais informações sobre a pandemia no Brasil)

Os curados costumam relatar muita angústia e medo que enfrentam no processo de recuperação.

Em geral, as pessoas com quadros leves da doença não chegam a ficar hospitalizadas, mas precisam enfrentar o isolamento durante um período de 14 dias em suas casas para evitar que familiares também sejam contaminados.

Pessoas idosas e com doenças pré-existentes, como diabetes e doença cardíaca, tendem a desenvolver quadros mais graves da doença e precisar de hospitalização. A internação pode durar longos períodos e, alguns casos, é preciso de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) equipada com ventiladores. Em algumas cidades, nem sempre esses leitos estão disponíveis.