BrasilDestaqueFOLHA DE MURTINHO - O SEU JORNAL ELETRÔNICOnotícias

Moradores do Caparaó encontram possível esconderijo de armas de guerrilha contra ditadura militar

Um buraco descoberto na serra do Caparaó por moradores de São João do Príncipe, em Iúna, na região do Caparaó do Espírito Santo, pode ter armas usadas por guerrilheiros na luta contra a ditadura militar, há mais de 50 anos, e está mobilizando uma cidade inteira na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais.

A curiosidade pelo grupo de aproximadamente 17 homens, que se instalou nas montanhas do Caparaó entre os anos 1966 e 1967, nasceu quando o produtor rural Weder Bernardo ainda era uma criança e a história foi contada para ele.

“Então a gente tem esse entusiasmo de saber mais sobre essa história que fala muito de armamento escondido, de muitas coisas, até de relíquias mesmo”, contou Weder.