Morre em Dourados a segunda vítima de atentado na fronteira Atentado ocorreu na noite de domingo (9) na cidade paraguaia de Capitán Bado

Baleado com 18 tiros, sendo um deles na cabeça, Anderson da Silva, 21 anos, morreu na noite de segunda-feira (11) no Hospital da Vida, em Dourados. Ele sofreu atendado na noite de domingo (9) em Capitán Bado, cidade paraguaia na divisa com Coronel Sapucaia, a cerca de 400 quilômetros.

Anderson e o sobrinho, Freddy Gonzalez, 15 anos, estavam em um veículo Kia Soul quando foram surpreendidos pelos pistoleiros no cruzamento da Rua República da Argentina com a Presidente Franco, no Bairro São Miguel.

Os pistoleiros disparam várias vezes contra o carro. Freddy não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. Anderson, ferido com 18 tiros, foi socorrido e levado para hospital de Ponta Porã. Devido à gravidade dos ferimentos, o jovem foi transferido para Dourados, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de ontem.

Segundo o boletim de ocorrência, um dos disparos atingiu o crânio de Anderson. CAMPO GRANDE NEWS