MS tem 155 mil desocupados e 39% de domicílios recebendo auxílio emergencial

Rio Coxim (Foto: Marcos Maluf)
O índice de pessoas desocupadas atingiu 155 mil em Mato Grosso do Sul, enquanto 39,1% dos domicílios receberam algum auxílio relacionado à pandemia do novo coronavírus em junho, de acordo com a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Covid-19, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Conforme o levantamento, 1,2 milhão de pessoas integram o grupo de ocupados, taxa de 54,7%, o quinto maior do Brasil. No mês anterior o nível de ocupação era de 55,1%.

Já a taxa de desocupação no Estado em maio era de 9,7%, representando 126 mil pessoas. Em junho, a taxa subiu para 11,7%, 12a menor do país, chegando a 155 mil pessoas.

A pesquisa também apontou que o índice de pessoas trabalhando de forma remota, ou seja, em casa, subiu de 7,2% (75 mil pessoas) para 8,4% (89 mil pessoas). A população informal caiu de 387 mil para 370 mil. CAMPO GRANDE NEWS