Para cumprir legislação eleitoral, prefeitura suspende redes sociais e notícias no site A exatos três meses da eleição, entrou em vigor proibição de publicidade institucional

Prefeitura de Campo Grande suspendeu, neste sábado (15), postagens em todos os seus perfis em redes sociais, em atendimento à legislação eleitoral.

Além disso, o site oficial da prefeitura também desativou a aba de notícias e um aviso informa que apenas algumas publicações estarão disponíveis pelos próximos meses.

Determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proíbe propagandas institucionais três meses antes das eleições, que neste ano terá o primeiro turno no dia 15 de novembro.

Como o atual prefeito, Marcos Trad (PSD), é pré-candidato a reeleição, os perfis que divulgam ações da prefeitura no Instagram e Facebook foram suspensos temporariamente.

A Emenda Constitucional 107/2020, que confirmou o adiamento das eleições para 15 de novembro, permite que órgãos públicos municipais divulguem ações de saúde pública durante a pandemia da Covid-19.

Desta forma, divulgação de informações sobre o enfrentamento ao coronavírus continuará sendo feita no site da prefeitura.

Também serão mantidas publicações de serviços e utilidade pública.

Apesar da proibição de publicidade institucional começar a partir de hoje, candidatos ainda não podem fazer propaganda eleitoral, que começa a partir do dia 27 de setembro.