BrasilCIDADES DO INTERIOR DO MS.EconomiaFOLHA DE MURTINHO - O SEU JORNAL ELETRÔNICOMATO GROSSO DO SULnotíciasPorto MurtinhoPREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO MURTINHO.

PREFEITO DERLEI DELEVATTI CUMPRIU AGENDA NO CHILE SOBRE A ROTA BIOCEÂNICA.

Com a viabilização do corredor rodoviário, ligando Brasil ao Chile, passando por Paraguai e Argentina, e a entrada em operação de três novos terminais portuários, somado ao que já está em atividade no município, Porto Murtinho, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, deve se transformar em um intervalo de três a quatro anos em um “hub logístico”, ou seja, um grande centro de importação e exportação.

A previsão foi feita pelo prefeito do município Derlei João Delevatti (PSDB). Ele aponta que um dos grandes passos nesse sentido será dado com a construção entre a cidade e Carmelo Peralta, no Paraguai, de uma nova ponte ligando o Brasil ao país vizinho.

No sábado próximo passado (20), a Itaipu Binancional assinou a licitação para o estudo de viabilidade e o projeto de engenharia da nova ponte. A estrutura terá 680 metros de comprimento. A estimativa da empresa é que a obra custe aproximadamente US$ 75 milhões.

A construção da nova ponte ligando os dois países é dos principais gargalos para viabilizar o corredor rodoviário bioceânico – Rota da Integração Latino-Americana – que vai ligar o Brasil aos portos chilenos no Pacifico, passando pelo Paraguai e Argentina.

Além desta ponte, voltada para dar acesso a região do Chaco, o Pantanal Paraguaio, e de lá para a Argentina, até chegar ao Chile, o prefeito, diz que o governo do país vizinho já assumiu também o compromisso de construir uma outra estrutura, ligando outra região do município a localidade de Vallemy. Essa estrutura, conforme ele, possibilitará o acesso pela cidade sul-mato-grossense a região central do Paraguai, chegando a capital, Assunção.

O Prefeito de Porto Murtinho esteve no Chile no  Fórum e perspectivas sobre o corredor Bioceânico para Iquique e a América do Sul. “La ruta y la franja”, com as maiores autoridades do Chile e investidores na área portuária, representantes do Governo central do Chile, Rodrigo Iáñez diretor Geral de Relações Econômicas e Internacional, que abriu o Fórum. Discursou representando a China Popular o Cônsul Geral da Republica  em Iquique Sr. Chen Ping, Alcaide de Iquique Maurício Sória Ecciavéllho. Ocorreram várias exposições relacionadas a Rota, e das dificuldades que serão encontradas nas cidades sulamericanas para incorporar-se a “la Franja e la Ruta” onde o Prefeito Derlei Delevatti, destacou a entrada do Brasil sobre a rota e entrada pelo Município de Porto Murtinho, onde declarou para a TV local dos desafios  e serem enfrentados nos próximos meses. Disse Derlei.