Share on facebook
Share on skype
Share on email
Share on whatsapp

Antes, ele teria feito uma carta dizendo ser inocente em relação às acusações feitas a ele e que sempre colaborou com a segurança na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.

Carro escoltado por viatura do Garras leva o empresário Fuad Jamil após ele se entregar no Aeroporto Santa Maria, em Campo Grande — Foto: Divulgação

Procurado há anos sob a acusação de vários crimes, entre eles tráfico de drogas, homicídio e organização criminosa, o empresário Fahd Jamil se entregou à polícia na manhã desta segunda-feira (19), no Aeroporto Santa Maria, em Campo Grande.

O advogado de Fhad, André Borges, disse que o cliente dele se entregou porque está com a saúde debilitada e a intenção é tentar, no segundo momento, a prisão domiciliar.

Antes de se entregar a policiais da Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestos (Garras), Fahd teria divulgado uma carta dizendo ser inocente em relação às acusações feitas a ele e que sempre colaborou com a segurança na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.

Fábio Peró, delegado do Garras, informou que Fahd não deve prestar depoimento e aguarda vaga no sistema penitenciário estadual.

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com