Share on facebook
Share on skype
Share on email
Share on whatsapp

Suspeitos de participar de execuções e esconder corpos em “cemitério” são presos

Por suspeita de envolvimento em execuções de duas pessoas encontradas em enterrada em cemitério clandestino no Bairro Santo Eugênio, em Campo Grande, dupla foi presa pela DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios), entre ontem e esta quarta-feira (29). Um homem de 24 anos e uma mulher de 23 anos foram pegos depois de diligência que flagrou tráfico de drogas no Bairro Universitário.

A primeira prisão foi ontem, do homem de 24 anos, Josyel Aparecido Lemos da Silva, que seria o braço do PCC (Primeiro Comanda do Capital) no Santo Eugênio. Ele estava em casa no Universitário onde uma segunda mulher de 19 anos também foi presa. Com eles estavam 53,4 gramas de pasta base de cocaína, uma balança de precisão e R$ 1.932,00 em dinheiro.

Ao averiguarem a identificação, os policiais descobriram que havia contra Josyel um mandado de prisão temporária de 30 dias, referente à investigação o achado de cadáveres às margens do Córrego Bálsamo, no Santo Eugênio.

Depois da prisão, em outra casa da mulher de 19 anos, no Jardim Centro-Oeste, foram encontrados 51 gramas de cocaína e balança de precisão.

Josyel, em foto de rede social. (Foto: Redes Sociais)
Já hoje de manhã, também no Santo Eugênio, a DEH cumpriu o segundo mandado de prisão, desta vez contra uma mulher de 23 anos, também suspeita de envolvimento no cemitério clandestino. O mandado é de prisão temporária de 30 dias.

Segundo divulgado pela DEH, a mulher presa por tráfico passará por audiência de custódia e ficará à disposição do Poder Judiciário. Já o homem Josyel e a segunda mulher presa serão mantidos sob custódia da Polícia Civil por 30 dias. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS