Traficante que trocou tiros com policial civil morreu ao chegar em posto de saúde Ele guardava mais de 27 quilos de cocaína em casa

Foi identificado com José Lucas da Silva Souto, de 27 anos, o traficante abordado na segunda-feira (22) por policiais civis, na região do Itamaracá. Ele atirou contra um investigador, que revidou, foi atingido e acabou morrendo na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário.

Conforme o registro policial, equipes do GOI (Grupo de Operações de Investigações) tinha informação de um rapaz em um Gol azul, que traficava na região do Itamaracá. Com apoio de equipe da 10ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), os agentes foram até a região.

Um investigador desceu da viatura descaracterizada do GOI ao notar a aproximação do Gol. Em seguida, um motociclista se aproximou do carro, possivelmente para comprar droga com José Lucas e ele desceu do carro. O suspeito então teria reconhecido o investigador, sacou a arma de fogo e atirou.

Após o disparo, o investigador revidou, atingindo José Lucas no tórax. O rapaz ainda foi socorrido, mas morreu no posto de saúde. As equipes ainda foram até a casa do suspeito, onde estava a esposa dele, de 25 anos. Também foram encontrados 28 tabletes de cocaína, totalizando 27,7 quilos da droga, que pode ser avaliada em mais de R$ 650 mil.

Com o flagrante, a jovem confessou que sabia do tráfico e acabou presa. O caso é tratado como tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídio decorrente da intervenção policial e tentativa de homicídio contra agente de segurança